Romero vai à justiça contra decreto do governo

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues vai entrar na Justiça contra o decreto do Governo do Estado que impõe restrições ao funcionamento de bares, restaurantes e similares no Estado, durante as festas de fim de ano. O objetivo é evitar que o setor, em Campina Grande, acumule ainda mais prejuízos do que os já provocados pela pandemia.

Pelo decreto do Estado os estabelecimentos só poderão ter clientes consumindo internamente até às 15h dos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1º de janeiro. Depois disso, apenas os serviços de delivery e de entrega nos balcões serão permitidos.

“Vamos judicializar”, disse Romero ao Blog. A decisão de judicializar foi tomada agora há pouco.

A Procuradoria Município deverá ingressar com uma ação junto ao TJPB para tentar ‘barrar’ os efeitos do decreto no âmbito municipal. O entendimento é o de que os estabelecimentos já fizeram investimentos para a realização dos eventos e se comprometeram a seguir as orientações de prevenção à covid-19.


Deixe um Comentário

Relacionados