cmjp
09 . Ago . 2018

Gervásio Maia comemora desistência do Tribunal de Justiça em acabar com 15 comarcas no Estado

Em: POLÍTICA
O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Filho (PSB), comentou em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação nesta quinta-feira (09), que o arquivamento da proposta de fechamento de comarcas na Paraíba foi fruto da sensibilidade dos diversos setores, não só a sociedade e os deputados, mas do próprio Tribunal de Justiça. 
 
Gervásio contou que a Assembleia vem há um ano lutando para que as comarcas permaneçam ativas. "Fomos mais de 20 deputados em comitiva e colocamos essa preocupação. O tema voltou à tona nos últimos dias e ontem tomamos conhecimento que iria ser votado", disse. 
 
De acordo com o deputado, o presidente, desembargador Joás de Brito, estava sensível ao tema e após receber um telefonema do presidente da ALPB, afirmou que não haveria mudanças. 
 
Gervásio destacou o prejuízo que essa medida traria não só para o povo mais humilde, mas também para a própria Justiça, pois causaria um retrocesso na Paraíba. "Estamos felizes e certos que o objetivo foi atingido", disse.  
 
"Penso que todos foram sensíveis. Todos enxergaram que houve uma mobilização forte da população que naturalmente estava numa preocupação terrível. Se pretende avançar e não retroceder e queremos uma Justiça presente em cada um dos 223 municípios do Estado", finalizou. Com Paraíba.com.br.

Comente

Últimos Comentários

    Nenhum resultado encontrado.