PMJP
07 . Fev . 2018

Assessor de Romero Rodrigues é investigado em operação da PF e PC por suspeita de assalto a banco no shopping em CG

Em: POLÍTICA
Quatro pessoas estão sendo investigadas suspeitas de envolvimento com o ataque à Caixa Econômica Federal no Partage Shopping, em Campina Grande, durante uma operação integrada das polícias Federal, Rodoviária Federal e Civil, realizada na manhã desta quarta-feira (7). Um dos suspeitos, Romário Gomes Silveira, é assessor do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB).
 
Lotado no Gabinete do Prefeito como comissionado, ganhando a quantia de R$ 1.958,26. Romário é filho da liderança de Romero no bairro da Liberdade, tradicional reduto Cunha Lima na cidade, conhecida como Neném e foi indicado por ela para integrar sua gestão.
 
A ação recebeu o nome de Operação Aurora e até o início desta manhã havia cumprido sete mandados na cidade, sendo quatro de prisão e três de busca e apreensão, conforme as informações repassadas pelos policiais, que apreenderam com os suspeitos celulares, um carro e uma moto com restrição de roubo.
As pessoas presas foram encaminhadas para a sede da PF em Campina e em seguida levadas para a Central de Polícia da cidade, onde aconteceu uma coletiva de imprensa para dar mais detalhes sobre a operação.
 
O ATAQUE
Na madrugada do dia 17 de janeiro deste ano, bandidos fortemente armados invadiram o Partage Shopping,  que fica no bairro do Catolé, em Campina Grande, explodiram um caixa eletrônico e arrombaram uma joalheria, além de terem feito as pessoas que passavam pelo local de reféns.A ação aconteceu quando por volta das 4h20 os bandidos chegaram em quatro carros ao local, de acordo com a Polícia Militar. Com informações do PB Agora.Assesor 
 
 

Comente

Últimos Comentários

    Nenhum resultado encontrado.