PMJP
11 . Ago . 2017

Há poucos dias de assumir vaga na Assembleia, Anibal Marcolino, que deixou PSD, busca nova legenda. Pen deverá ser o seu destino

Em: POLÍTICA
Depois de ter confirmado que iria engrossar as fileiras da bancada governistas na Assembleia Legislativa da Paraíba, o deputado estadual Aníbal Marcolino, hoje no PSD, deve agora desembarcar em uma legenda aliada ao governador.
 
Na bolsa de apostas, o PEN, encabeça essa disputa. A legenda que tem os deputados Branco Mendes e Edmilson Soares anda interessada no “passe” do parlamentar, e deve aumentar o tamanho de sua bancada partidária na Casa.
 
Marcolino estaria de malas prontas para ingressar no PEN, por articulação dos deputados Branco. A volta de Aníbal ao Legislativo Estadual deverá ocorrer na próxima terça-feira.
 
A MUDANÇA
 
Na disputa entre oposição e base governista, no que concerne ao fortalecimento de suas bancadas, a situação teve uma vitória ontem (10). Os oposicionistas, por meio de seu líder, Bruno Cunha Lima (PSDB), afirmavam que haveria defecção no lado oposto e articulavam o retorno de Aníbal Marcolino (PSD), suplente. Só que cochilaram e os governistas articularam a licença, por 121 dias, de Jullys Roberto (PMDB), permitindo que o suplente tivesse guarida na AL-PB.
 
Resultado: Aníbal Marcolino já avisou: vai votar com o governo. Ontem, o líder Hervázio Bezerra (PSB) não quis tecer comentários mais ajustados à declaração de Marcolino, que sempre se postou como oposição ao governo, no passado – porém, deve estar rindo à toa.
 
Na ‘guerra’ de declarações, sua avaliação prevaleceu – ao retrucar o líder tucano, ele havia dito que era mais fácil ocorrer baixas na “já diminuta” oposição do que o contrário. Para potencializar ainda mais a surpresa que sua decisão causou no âmbito da política paraibana, Marcolino disse ontem, em alto e bom som, que vai deixar o PSD, e afirmou que jamais votaria no prefeito Luciano Cartaxo que, para ele, trata os mais próximos “como inimigos”.
 
 
 
Com informações do PB Agora
 
Comente

Últimos Comentários

    Nenhum resultado encontrado.