Zezinho diz que R Martins está desesperado “e atira para todos os lados”

Com ascensão do vereador pessoense Tibério Limeira que deixou a Câmara da capital para assumir a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano da Paraíba, o primeiro suplente da sua coligação Zezinho Botafogo que assumiu o cargo nesta semana, mal chegou ao parlamento, mas já teve seu mandato questionado pelo também suplente de vereador Renato Martins, ex-filiado ao PSB e atualmente no PSDB, que disse que Zezinho não poderia assumir a cadeira de por responder suposto processo na ‘Operação Cartola’. Zezinho rebateu Renato: “Se eu tivesse desviado algum recurso eu estaria aqui agora?”.

“Desde que perdeu a eleição, Renato atira pra tudo o que é lado, e não pode ser assim. Estou tranquilo em relação a isso. Quem me conhece sabe que eu tenho lisura em tudo o que faço. Se eu tivesse desviado algum recurso eu estaria aqui agora?”, disse Zezinho, ao rebater Renato, que foi expulso do PSB por infidelidade partidária.

Segue em frente – Ignorando os comentários de Renato Martins, Zezinho disse estar preocupado em retomar um trabalho que fez na CMJP por quatro mandatos: “Vamos retomar um trabalho que desenvolvemos durante três mandatos, como é do conhecimento da população da cidade, dedicados a todas as áreas e especialmente voltado aos assuntos de esporte e cultura”, comentou Zezinho, que a exemplo de Tibério e do governador João Azevêdo ainda integra os quadros do PSB com possibilidade de vir a compor outra legenda antes das eleições deste ano.

Zezinho já foi vereador por quatro vezes, tem 53 anos e é natural de Taperoá, na Paraíba. Nas eleições de 2016 alcançou 3.872 votos, equivalendo 1,01% dos votos na capital.

 


Deixe um Comentário

Relacionados